Autosabotagem – Isto pode anular seus esforços…

Estará você sabotando seus próprios projetos? Um inimigo silencioso pode estar, agora mesmo, destruindo seus melhores sonhos.

Autosabotagem é uma luta interna.
Você contra você mesmo.
Parece estranho. Soa como loucura. Mas todos nós, cedo ou tarde, já cometemos algum ato de autosabotagem.
Lembra daquele propósito da dieta que nunca foi levada adiante?
Ou aquela poupança que você tinha começado para juntar para sua aposentadoria?
Ou o livro que começou a escrever?
Onde estão hoje todos estes projetos maravilhosos?
O problema é que a autosabotagem pode ser muito mais cruel do que você imagina: Pessoas no seu auge podem cometer um deslize sexual, moral ou financeiro, levando-as à vergonha pública, fazendo-as perder tudo. Impérios empresariais podem desaparecer da noite para o dia por causa de “má administração” (leia-se aqui: um administrador que sabotou a si próprio). E assim por diante.
Os estudiosos no assunto dizem que motivos da autosabotagem são os mais diversos. A meu entender, estão relacionados a dois motivos principais:
1) Mensagens traumáticas do passado gravadas no nosso subconsciente que continuam agindo contra nossa própria felicidade.
2) Crenças limitantes instaladas em nosso subconsciente (talvez decorrentes do primeiro ponto) de que “não podemos”, “não merecemos” ou “não somos capazes”.
Compreender os mecanismos de autosabotagem que estão dentro de sua cabeça é fundamental para obter sucesso em seus empreendimentos. Repare que não me refiro apenas aos empreendimentos comerciais. Aqui também entra família, casamento, saúde, filhos, etc…
Neste próximo domingo, dia 02 de março, às 21h (horário de Brasília) apresentarei uma palestra online onde mostrarei uma solução definitiva para autosabotagem.
Você participará aí mesmo de sua casa, pelo seu computador.
Precisa apenas efetuar sua inscrição neste evento online.

Reserve sua vaga agora – CLIQUE AQUI!


Sucesso e Felicidade Para Você!

TAGS:


Uma resposta para “Autosabotagem – Isto pode anular seus esforços…”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *