O que molda seu destino…

No artigo de ontem comentei que não bastam apenas as palavras bonitas… São os suas ações concretas que darão o rumo para o seu destino. Porém, estas ações precisam se transformar em hábitos. Caso contrário, todo esforço será perdido.
Certifique-se de que está incluindo em sua rotina diária as sementes do sucesso e felicidade. É pelo cultivo diário de pequenas boas ações (e não pelo entusiasmo de uma ideia brilhante) que você irá moldar o seu destino. No podcast de hoje, dou mais detalhes. Basta clicar no player abaixo e ouvir.

Áudio em MP3 | Fazer o download
Aproveite que está online e compartilhe esta mensagem com as pessoas que você ama. Basta clicar nos botões das redes sociais logo abaixo do título.
Sucesso e Felicidade Para Você!


2 respostas para “O que molda seu destino…”

  1. OLÁ!
    Nesta chuvosa manhã, para mim, perceber o significado da expressão 'conhecimento sem ação é ilusão, é um magnífico prêmio.
    OBRIGADO.
    ALBERTO SACRAS

  2. Oi, Chris
    Último dia do mês de abril: um terço do ano já foi embora, não ? Em relação à sua postagem de ontem, já deixei um comentário no Face, mas achei legal escrever alguma coisa aqui também. Antes de mais nada, gostaria de dizer que a melhor coisa que me aconteceu foi ter aberto o blog. Lá coloco um pouco do que sou e do que penso e logicamente faço reflexões sobre os muitos insights que tenho tido. A primeira grande decisão que tomei sem influência de ninguém e por isso achei mais válida foi ter começado a fazer caminhada. Fiz todos os "procedimentos" necessários: marquei uma consulta com o ortopedista que me "curou" de uma velha crença, a de que eu tinha pisada errada. Nada disso, tenho pisada normal e fiquei super feliz. Comprei um par de tênis adequado e tenho caminhado perto de casa onde há condomínios bonitos além de paisagens com muito verde ainda. E tenho lido bastante para melhorar ainda mais a minha alimentação, talvez porque a nutricionista que eu queria ser vai sempre estar presente. Como tem chovido nos últimos dias aproveitei o feriado prolongado para fazer uma faxina básica e remover a energia parada que bem nunca fez. Gostaria de relatar um fato que aconteceu no trabalho na semana passada. Geralmente não gosto das reuniões, mas da última vez uma das inúmeras coisas que fazem parte do sistema escolar deu certo e fiquei muito contente. Pela primeira vez vi uma luz no final do túnel e curti aquela sensação por todo o restante do dia, ou melhor, da noite. O lance foi ter conseguido ver a situação como se eu não estivesse presente, como eu estivesse fora dela. A situação na qual eu mais tenho aplicado os conhecimentos é em casa. Não está sendo fácil, mas percebo que a cada dia vou colocando um tijolo a mais naquilo que se transformará em uma bela construção. Obrigada Chris por todas as aulas e pelos podcasts que me têm proporcionado muitos insights.
    Um grande abraço

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *